Coisas úteis na maternidade: Wrapsling

Alguém aqui curte usar qualquer tipo de sling ou canguru para carregar seu bebê?

Eu comecei experimentando o Sling com Argolas.

A Madrinha do Pedro comprou pra usar com o Raul e não gostou.
Eu também não me adaptei, dava a impressão que o Pedro escorregaria e iria direto para o chão.

 

 

 

 

 

IMG_1101Daí eu já tinha tentado o Cangurú, não era prático para colocar o Pedro e tirar quando eu estivesse sozinha.

Pra se ter idéia, uma vez eu estava na Liberdade com o marido e cunhados, mas fiquei na porta da loja esperando eles saírem e o Pedro queria sair do canguru.
Quem disse que eu consegui tirar???
Uma moça viu que eu tava lá fazendo malabares pra tentar tirá-lo, veio me ajudar.
Ele ficava sem mobilidade, se colocássemos com ele de frente pra nós, ele não enxergava nada, não se mexia.

Depois não pensei mais em comprar mais nada do tipo, pois vi que era dinheiro jogado fora, mais uma das inúmeras coisas inúteis da maternidade.

 

IMG_1207Foi quando a Madrinha do Pedro comprou o WrapSling e me disse: -É muito bom!!
Experimentei na casa dela, gostei e comprei.

Gente, se arrependimento matasse.
Como eu me arrependi de ter comprado o Wrap Sling tão tarde!!!
Sim, quando comprei e passei a usar, o Pedro estava completando 6 meses.
6 meses perdidos, com braços e costas doendo, segurando o Pedro.

 

Wrap Sling é vida gente.
Ele te dá um suporte que você não sente dores nas costas, o bebê fica bem encaixado, coladinho com você.
O WraIMG_1212p Sling passou a fazer parte de mim. AHAHAHAH
Eu não saía de casa sem ele.

 

Ele ficava de boa, eu tinha meus dois braços livres, foi quando eu passei a ter vida e sair de casa com ele sozinha para tudo quanto é lugar.
Andamos de metrô, fomos ao supermercado, shopping, parques, não tinha mais problema para sair com ele sozinha.

 

Porque muitas vezes eu saía com ele no carrinho e de repente ele não queria mais o carrinho.
Sozinha era um tormento, como eu ia pegá-lo no colo e empurrar o carrinho???
A mesma coisa no supermercado, como eu ia ficar com ele no colo e empurrar o carrinho?

IMG_3285

 

Eu podia passar um tempão no mercado, shopping, ele até dormia, e dormia muuuuuito!
As pessoas me paravam as vezes e perguntavam se ele não estava sufocado, apertado, incomodado.
NÃO! Ele ficava super bem.

 

Tem gente que até amamenta o bebê dentro do Wrap Sling.
Eu particularmente nunca tentei… Mas já vi mãe amamentando no Wrap Sling.
Deve ser muito bom também. ahahahahahaha

 

E é isso gente, quando alguma amiga engravida, eu já logo falo do Wrap Sling.
Propaganda? Não… ainda não ganho pra isso não, quem me dera.
Inclusive, não paguei nada barato no meu.
Onde eu comprei?
No site: http://www.lojadobabysling.com/

 

Nesse site tem vídeos de como colocar o Wrap Sling.
Parece difícil, mas não é não… rapidinho você pega jeito e coloca de olhos fechados.

Minha experiência na Chácara da Turma da Mônica

c700x420

Há um tempo atrás, os Padrinhos do Pedro foram almoçar durante a semana na Chácara da Turma da Mônica e fizeram ótimas recomendações.
Eles foram no meio da semana, para comemorar os 2 anos do Raul.

Eis que minha irmã me manda uma mensagem dizendo que gostaria muito de conhecer o local mas tinha receio de ir lá sem crianças, HAHAHAHAHA, não, ela não queria usar o Pedro como desculpa! (Aham).

Então vimos que eles tinham disponibilizado cupons de descontos no Peixe Urbano e Groupon.
Ok, compramos os cupons e não nos atentamos que o almoço era apenas de Segunda a Sexta.
Então ligamos lá no sábado e eles disseram que poderíamos utilizar esses cupons para o jantar do domingo e que aos domingos eles não faziam reservas.

Combinamos tudo direitinho e marcamos para nos encontrar as 18:00 no restaurante, para que o Pedro pudesse aproveitar bastante o local.

Assim que chegamos, por volta de 18:15, a fila era enorme e desorganizada.
Então sai um rapaz do restaurante e diz: A fila da direita é pra quem fez reserva, quem não fez, fica desse lado!

Oi? Quem fez reserva??? Mas informaram que aos domingos não faziam reservas!!!
E então eles informaram que abririam o restaurante para quem não fez a reserva, somente ás 19:00.

Aguardamos pacientemente, muita gente reclamando dessa fila das reservas, pois haviam recebido a mesma informação, que não fazia reserva aos domingos, e entramos.

Espaço grande, porém apertado ao mesmo tempo.
Nos colocaram em um espaço onde era para as crianças brincarem, improvisaram uma mesa, sabe quando você vai a uma festa e fica em uma mesa tipo, no fundo do salão, ao lado do banheiro?
Foi assim que me senti.
Se fosse na hora do almoço, teríamos fritado ainda mais com esse calor que tem feito, pois o local era aberto e enquanto comíamos, as folhas das árvores caíam sobre nossas cabeças e pratos.

Comida?
Apenas um buffet de saladas, pizza e macarrão!! (Não me venha com “massas”, é macarrão mesmo!!!)
Pizza, nada de mais, um molho mega master industrializado e adocicado que parecia mais molho barbecue.
Macarrão, tinham apenas 4 tipos de molho: bolonhesa, sugo, branco e 4 queijos.
Acompanhamentos? Nenhum, era só a massa e o molho.

Bebidas?
Tivemos que ir buscar, pois não vinha garçom a mesa para tirar o pedido!!

Funcionários mau humorados, mas dá até pra entender.
Pouquí
ssimos garçons para atender aquele mundo de gente, em meio a muitas mesas deixando o espaço apertadíssimo, com crianças correndo de um lado para o outro.

Como restaurante, deixa muito a desejar.
É legal?
Pedro simplesmente A-MOU!!! O espaço para as crianças é excelente, as crianças adoram.
Valeu a pena?

Valeu, porque como costumo dizer, temos que tirar o lado bom das situações.
Quando a companhia é boa, não importa o lugar, tudo fica bom.
Ver que seu filho está encantado com o lugar e aproveitando tudo, é melhor ainda.

Vale quando custa?
Jamais…
A Turma da Mônica, tem um nome a zelar e deveria se preocupar mais com as questões levantadas.

Vamos aos valores?

Os cupons promocionais no Groupon, estão esgotados, mas os valores eram esses:
preço
No mais é isso gente, o que aliviou também é que fomos a noite, pois nesse calor dos infernos que tem feito, se tivéssemos ido na hora do almoço, teríamos fritado no sol, pois o local é aberto…
Ah!!! E levem repelentes!! Muitos, mas muitos mosquitos e pernilongos.

E você, como foi a sua experiência?
E o Parque da Mônica… vale a pena?

 

 

 

 

 

De volta ao Blog

 

Hellooooo gente!! Quaaanto tempo né, quase 3 meses fora.

Não, não desisti do Blog, não me calei, não nada!!!
Mas no final do ano eu estava numa correria louca com a mudança de casa, entre ajeitar a tralha para mudar, depois ajeitar a tralha depois de mudar, UFA!

Tava aqui me reestruturando, repensando em tudo, enquanto isso providenciando há meses uma cara nova pro Blog.

Por enquanto é esse, mas solicitei algumas alterações e estou aguardando.
Outra coisa em relação ao Blog, foi mudar o nome.
Eramos Dois não foi tão criativo assim. Já existe um Blog com esse nome, assim como já tem Instagram com muuuuito seguidores. (Tanto que a WebDesigner que fez o meu layout acabou vinculando o Facebook do outro Eramos Dois ao meu Blog)
Então pra não dar encrenca lá na frente, deixarei somente o domínio www.harumi.com.br e mudei o nome para Blog da Harumi, como sempre foi desde o meu primeiro Blog, em meados de 2001, 2002 eu acho.

Tenho muitos planos, idéias para serem compartilhadas.
Uma delas é, não publicar aqui apenas experiências minhas, mas as experiencias de vocês também!
Alguém aqui está disposto?

Para quem quiser, mande-me um email para: blog@harumi.com.br e vamos nos falando!!

Outra coisa.
Como já falei por aqui, deixei minha vida profissional de lado para me dedicar ao Pedro.
Sim, ele vai pra creche em período integral, não precisa mais daqueles cuidados que ele precisava quando nasceu (ufa!!!) e todos perguntam: Você não vai voltar a trabalhar não?

Eu escrevi um texto enorme explicando, mas como todos dizem, não devo explicações da minha vida.
Quero apenas uma opinião de vocês, uma ajuda na verdade.
Quero e preciso ter uma atividade lucrativa mas que eu consiga fazer em casa sabe?
Já me ofereceram  Mary  Kay e afins, mas na boa… não consigo me ver vendendo de porta em porta.
Tenho um certo bloqueio em relação a isso.
O que vocês sugerem que eu faça?
Artesanato? Roupas para adulto? Roupas para bebês? Artesanato? Faxina? Stand-up? kkkkkkkkkkkkkk

Bom gente, por enquanto é isso.
Estou de volta, gostaria muito da opinião de vocês, tanto no compartilhamento de experiências aqui no Blog como no que eu posso fazer para ter meu “dinheirinho” trabalhando em casa.

Quem sabe num futuro post eu explique pra vocês os motivos de eu querer isso!

Beijos

 

Minha experiência no Olive Garden

O post de hoje será diferente…
Não tem nada a ver com o mundo materno, mas tem a ver com outra coisa que eu adoro fazer: COMER!

kkkkkkk, pois bem.
Tinha ouvido dizer que o Olive Garden chegou ao Brasil, depois de ler várias matérias a respeito, me despertou a curiosidade em conhecer.

oliveO que diz no site?
“O maior restaurante italiano dos Estados Unidos agora no Brasil com pratos e massas frescas. Ideal para qualquer momento”

Li várias recomendações, quem foi, disse que é igualzinho nos Estados Unidos, que é muito bom e blá blá blá (Não, eu nunca fui para os Estados Unidos).

Ok, então chegou o dia em que minha cunhada viajaria para Orlando, então combinamos um jantar de despedida ali no Olive Garden.

Ao chegarmos, tivemos uma boa impressão.
Local bonito, limpo, agradável e aconchegante.

Férias 2009 (122)O cardápio é variado, onde podemos optar além do prato escolhido, por sopa ou salada de entrada, os quais podemos nos servir á vontade!
Os pãezinhos chegam quentinhos e são uma delícia.

Pedimos então nossos pratos, li bastante que, o fato da salada e a sopa serem servidos á vontade, um prato serviria 2 pessoas.
Porém, Ednaldo e eu temos um gosto diferente, então cada um pediu um prato.
Eu pedi um Chicken Alfredo (Delicioso Filé de frango grelhado e servido com fettuccine Alfredo)
Ednaldo pediu um Chicken Parmegiana (Filé de frango à milanesa coberto com queijos mozzarella, parmesão e romano gratinados, servido com spaghetti marinara)

Nossa opinião?

Uma decepção.
Saímos do restaurante frustrados.
Pra ter idéia, a Duda pediu lasanha e não comeu NADA! Eu provei a lasanha dela, achei horrorosa!!

Porque?

Embora os pães e a salada estivessem uma delícia, a sopa eu não provei, a comida eu detestei.
O quechicken eu pedi nada mais era que um talharim ao molho branco com pedaços DUROS de frango.
No macarrão tinha acho que meia concha de molho, o macarrão molenga, quebrado, quando fui misturar a massa ao molho, quebrou mais ainda, era pouco molho para muito macarrão.
Um molho sem gosto… não comi nem a metade.

 

 

lasanhaA Duda, não comeu a lasanha dela, então fui provar.
Que horroroso!
Era uma lasanha pequena, com molho vermelho, o molho, como disse o Ednaldo, parecia um “kisuco” de molho de tomate pronto.
Um molho industrializado de gosto fortíssimo, tava explicado porque a Duda não comeu.
Eu também não consegui comer.

Em resumo: Comida que parece pré-processada, tempero exagerado (será que é para mascarar a falta de qualidade da matéria-prima?), massa tão cozida que já vem toda despedaçada no prato, pedaços de frango que pareciam borracha (congelados?)

A impressão que tivemos, para piorar, era que o macarrão (sem essa de “massa”) era colocado no prato, o molho jogado mal e porcamente por cima e esquentado no microondas!!!

Gastamos R$170,00 para comer um macarrão horroroso! (Sem vinho, sem sobremesa)
A lasanha da Duda por exemplo, foi R$50,00.
Sabe quantas lasanhas congeladas daria pra comprar? Alguém já comeu lasanha congelada? É uma delícia!!!!
Detalhe: A lasanha do Olive Garden é menos que a metade de uma lasanha congelada!
E no Spoletto então?

Sei que vão chover críticas em relação ao meu post, pois sei que muita gente adooooooooora.
Vão me chamar de pobre porque prefiro a lasanha congelada, de sem noção, de que não manja nada, que Olive Garden é tudo!
Mas eu não gostei, como minha prima me disse outro dia, Brasileiro é deslumbrado.
Só porque veio um restaurante gringo, sei lá se por status, ou por ser paga pau mesmo, acha que tudo é mil maravilhas.

turmaTalvez nos Estados Unidos seja uma boa, pois os Brasileiros vão e geralmente querem economizar na comida e tal, pelo que eu vi, a lasanha lá custa US$9,99
Agora com o dólar nas alturas, é caro, mas quando o dólar tava mais baixo, era ir ao Olive Garden, se entupir de sopa e salada e dividir um prato! Pronto! Baratinho.

Sorry, mas R$170,00 o casal, daria ter der jantado em uma SENHORA cantina Italiana, com direito a sobremesa, vinho e certamente, sairíamos satisfeitos do local.
Mas valeu a noite e a companhia! AHAHAHA

Portanto, quem quiser comer um bom macarrão, ou “massa” pra ficar mais “phyno”, fujam do Olive Garden!!!