Brincadeira de criança e a tecnologia

151Gente, vejo muita gente postando e compartilhando (na maioria dos casos, de pessoas que não tem filhos), sobre os absurdos em deixar uma criança no tablet, porque na nossa época era assim, na nossa época era assado, porque criança tem que jogar bola, andar de bicicleta, brincar de esconde esconde, como na nossa época.
Ok, na nossa época brincávamos na rua até tarde, que fosse de bola, boneca, pega pega, esconde esconde, paredão, taco, andar de bicicleta ou simplesmente ficar na rua.

Agora pergunto eu: Alguém aqui tem coragem de deixar seus filhos na rua brincando como na nossa época? Hã?
Na nossa época, também queríamos ficar direto no videogame… mas minha mãe me mandava pra rua! ahahahahaha

A diferença é que hoje ninguém mais deixa as crianças nas ruas, os tempos são outros.
Não só em função da tecnologia, mas pela falta de segurança!
Outra coisa, não temos como fugir dessa coisa da tecnologia!

Heloooow!! Não são só as crianças.
Lembram quando não existiam smartphones? O tempo em que ficávamos com nossos amigos, em um restaurante por exemplo, realmente conversando, olho no olho, rindo, sem se preocupar em tirar fotos para postar, sair daquela roda de amigos, para dar atenção aos amigos nas redes sociais por exemplo… não existia, certo?

RestauranteEm casa, não damos o tablet ou o celular para o Pedro.
Em casa ele tem brinquedos, televisão, a casa (não muito grande), para explorar.
Pra sair pra comer por exemplo, levamos o tablet e quando esquecemos, damos o celular!
A gente coloca na Peppa e pronto, podemos comer tranquilamente (as vezes não), sem ter que ficar correndo atrás pelo restaurante, ou brigando porque ele está pegando tudo que está a sua frente.
Entendam que restaurante é uma coisa muuuuuuuuuuito chata para eles.

Aos finais de semana é preciso fazer programas para crianças também.
Por exemplo, em São Paulo, existem alguns espaços para bebês!

Pago

 

 

Diverbrás no Shopping Center Norte, é um playland para bebês.
O espaço é todo macio, para a criança não se machucar, temos que entrar com meias, tudo bem colorido e próprio para eles brincarem sem se machucar.
Para quem quiser algo diferente, tem também o Quintal da Vovó, um espaço enorme com brinquedos, bichinhos, atividades para as crianças se distrairem.

 

 

Gratuito

 

 

Tá sem dinheiro? Tem o SESC!!! É de graça e alguns SESC’s tem o espaço para as crianças brincarem!
Pedro adora! É de graça, o local espaçoso, com brinquedos, fantoches, livros…
Está calor? Adoramos ir no CERET! Pedro também adora.
Brinca na terra, corre, come terra, brinca no bebedouro, no balanço…

Opções é o que não faltam.
Não dá pra generalizar, ao longo do tempo também aprendi que cada criança é de um jeito, independente da criação.

 

Aqui em casa é assim, (por enquanto, futuramente pode mudar né?), para tirar da TV ou celular, temos que mostrar outra coisa mais atrativa pra ele se distrair, se ele está de barriga cheia, com certeza sentado olhando a gente comer que ele não vai ficar né?

IMG_6496

 

 

Lembro-me no dia em que tiramos esta foto, depois de muita agitação do Pedro, saquei o tablet da mochila e então Pedro era outra criança.
Minha prima virou pra mim e falou: -Tablet é vida né?
Sim… tablet é vida!
Então, caso você (principalmente se não tem filhos), não julgue quando ver uma criança no celular ou tablet no restaurante.

 

 

 

IMG_9918Aqueles giz de cera e a folhinha para desenhar, nem sempre funcionam.
Se funcionam, é temporário, acaba rápido a empolgação.
Já julguei muito e como sempre, pagamos a língua.
Afinal de contas, por trás daquele casal que está ali sentado com seu bebê no tablet, tem pais cansados, pode ser que tenham passado a noite em claro por causa de uma febre daquela criança, que estão há meses planejando sair para jantar fora e não tem com quem deixar o bebê, não se sabe há quanto tempo não sentam os dois juntos para uma refeição quentinha… ninguém sabe o que está por trás de tudo aquilo.
Então, como dizem, se está no inferno, abraça o capeta!
Já que não podemos ir contra a tecnologia, vamos aproveitar e usar ao nosso favor.
Tudo porque, nós também precisamos de um tempo para comer, respirar, descansar e seja lá o que for e sim…
A tecnologia nos favorece!

Deixe um comentário